0 Flares Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

Toda aquela atmosfera romântica, a sobriedade dos franceses, a comida requintada, a imagem da Torre Eiffel tornam Paris um destino único! Impossível não se render aos encantos da cidade luz. Isso tudo pode até aparecer bem clichê, mas só conhecendo a capital da França para entender como os clichês realmente fazem sentido. No post de hoje, falo um pouco sobre as principais atrações da capital francesa, além de trazer algumas dicas para quem quer desbravar essa cidade incrível.

Visitei Paris em dezembro de 2016, época em que a cidade já registrava temperaturas por volta de 5ºC. Muita gente prefere viajar no verão, mas, para mim, a graça de conhecer as cidades da Europa está no clima mais ameno. Aqui, o destaque fica para a elegância ímpar dos franceses, que conseguem se vestir impecavelmente, até mesmo quando o termômetro insiste em ficar abaixo dos 10ºC. E como a cidade consegue ser tão linda até mesmo nos dias gelados de inverno?!

Museu do LouvreO Museu do Louvre tem obras impactantes (foto: Fabrício Giglio)

E, por falar em belezas, recomendo muito começar o tour pelo Museu do Louvre.  Uma visita à casa de Monalisa, de Leonardo Da Vinci, é uma verdadeira imersão em arte e na história. Além da tela mais fotografada do lugar, vale a pena ver de pertinho a estátua da Vênus de Milo e conhecer o pavilhão sobre o Egito antigo, que é incrível e tem peças de cair o queixo. A visita às salas das Múmias é de arrepiar. Mais de 30 mil obras de arte, objetos preciosos, pinturas e esculturas integram a coleção do lugar. O Louvre é imenso e dá para perder, facilmente, um dia interno aqui.

Torre Eiffel

Nada como admirar a Torre Eiffel (foto: Fabrício Giglio)

Ícone de Paris, a Torre Eiffel é um monumento que vai fazer seu coração bater mais forte. Logo, ela não pode ficar de fora do roteiro! Sugiro que você dedique algumas horinhas para essa atração. Se puder, suba nos andares da dama de ferro para admirar Paris de um ângulo diferente. A dica é comprar o ingresso para subir na Torre Eiffel pelo site oficial da atração. Assim, você não terá que enfrentar filas gigantescas. O preço: 17 euros para subir até o ponto mais alto e o primeiro deck de observação ou 11 euros para subir até o segundo andar.

O Arco do Triunfo também figura entre os passeios clássicos da cidade. Com 50 metros de altura, subir até o topo do monumento também é uma maneira de ver Paris do alto. O destaque aqui fica para a Champs Elysees, que é chamada pelos franceses, não à toa, de “a avenida mais bela do mundo” e é o ponto de conexão entre a Place de La Concorde e o Arco do Triunfo. Aproveite para passear por ela e sentir a atmosfera do lugar, além de olhar as vitrines de algumas das maiores grifes do mundo.

Catedral de Notre Dame

Paris vista do alto da Catedral de Notre Dame (foto: Fabrício Giglio)

A Catedral de Notre Dame é outro passeio que considero imperdível. Com sua arquitetura gótica, a igreja é bem intrigante. Que tal subir as centenas de degraus para conferir de perto os gárgulas no topo da catedral. Outro detalhe interessante: aqui fica o marco zero da cidade.

Aliás, belas igrejas não faltam em Paris. Recomendo também a ida à Sacre Coeur, que fica no alto de Montmartre, bairro super cool e fofo de Paris. Além da beleza da construção, que segue o estilo bizantino, a vista aqui é de tirar o fôlego. Depois de conhecer a Basílica, dê uma caminhada pelo bairro. É impossível ficar alheio à atmosfera artística e meio hispter daqui.

Na minha opinião, o interior de igreja mais surreal de Paris é o da Saint Capelle. A parte interna da Capela é totalmente ornamentada com vitrais coloridos, que vão ganhando novas formas de acordo com o horário e a incidência da luz do dia. Os quinze vitrais que recriam 1113 cenas desde Gênesis até a Ressureição de Cristo são impressionantes.

Jardim das Tulherias Paris

O Jardim das Tulherias tem atmosfera perfeita para relaxar (foto: Fabrício Giglio)

Os jardins são o ponto de encontro dos parisienses e um passeio bem agradável para relaxar, ver a vida passar e desacelerar da correria do dia a dia. Uma das atividades favoritas dos locais são os piqueniques. Compre algumas baquetes, um champagne e queijos típicos em um supermercado e vá até o Jardim das Tulherias, que fica logo ao lado do Louvre. Outro lugar com uma vibe bem relaxante é o Jardim de Luxemburgo, que abriga o palácio de mesmo nome. Pra mim, este é o jardim mais lindo de Paris.

Jardim de Luxemburgo

O belíssimo Jardim de Luxemburgo (foto: Fabrício Giglio)

Ainda não cansou de ver Paris de cima? Uma sugestão é subir até o alto da Torre Montparnasse, que carrega o título de segundo prédio mais alto da metrópole. Do observatório, você vai ter uma das vistas mais privilegiadas. São 210 metros de altura, no total. Uma dica: não deixe de conferir o pôr-do-sol daqui. A cidade fica maravilhosa na transição entre o dia e a noite. A entrada custa 15 euros para adultos, 12 para visitantes entre 16 e 20 anos ou estudantes e 7,50 euros para pessoas com necessidades especiais.

Arco do Triunfo

Arco do Triunfo, um dos monumentos mais representativos de Paris (foto: Fabrício Giglio)

Com uma atmosfera bem imponente e muito luxuosa, vale perder algumas horas no Palácio de Versalhes. Pense em um lugar com arquitetura e detalhes extravagantes. Assim é o Palácio. Algumas informações para entender o tamanho do lugar: toda sua área é equivalente a mil campos de futebol, o castelo tem 67 escadas e 2300 cômodos.

Para fechar meu tour pela cidade mais romântica da Europa, fiz um passeio pelo Rio Sena. Aqui, dá pra ter um overview sobre algumas das principais atrações de Paris. Entre eles estão a Torre Eiffel, a Catedral de Notre Dame e o Museu do Louvre. Recomendo muito, muito ver essa cidade incrível do Rio. A Compagnie des Bateaux-Mouches oferece um dos passeios mais famosos. O preço? Sem nenhum tipo de refeição, os ingressos começam em 13,50 euros por adulto e 6 euros para menores de 12 anos.

Dicas extras!

O cartão Paris Museum Pass dá entrada sem precisar encarar filas para vários museus e monumentos da cidade. Entre eles, estão o Louvre e o Arco do Triunfo. Vale muito a pena porque, além da economia de tempo, você economiza uns trocados na viagem. É possível comprar o passe para 2, 4 ou 6 dias. Os preços variam entre 48 e 74 euros. Dá para comprar online, na entrada das atrações credenciadas ou em lojas como a livraria Fnac. Dentre as atrações que mencionei acima, as únicas que não fazem parte desse combo são a Torre Eiffel, o passeio de barco e a subida à Torre Montparnasse.

Muito se fala sobre a grosseria e frieza do povo francês. Sinceramente, não fui maltratada em nenhum lugar na cidade. De tanto que isso já é meio senso comum, na verdade, fiquei até bem surpresa com a educação do povo. É verdade que eles são bem reservados, mas também são super solícitos e prontos a ajudar o turista. A regra é clara: se você for educado e se ajustar as regras da cidade, eles vão ser educados com você.

Torre Eiffel

A dama de ferro (foto: Fabrício Giglio)

Quer economizar na sua estada em Paris? Uma dica é procurar restaurantes que oferecem o “Prato do dia” ou “Plat du jour”, como dizem os franceses. Além de oferecem pratos bem tradicionais da culinária francesa, você vai poder ter uma boa experiência gastronômica pagando pouco. Normalmente, esses pratos consistem em uma entrada, prato principal e sobremesa ou podem ter prato principal + entrada ou prato principal + sobremesa. O prato do dia custa entre 12 e 17 euros.

Não deixe também de conferir meus vlogs em Paris:

Bora pra Paris? Tem mais dicas sobre a cidade luz? Conta pra gente nos comentários.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here